Vídeos Mais

Obrigado! Mostre este vídeo para quem deseja!

URL

Você não curtiu. Obrigado pela sua opinião!

Sorry, only registred users can create playlists.
URL


Adicionado há na categoria Vídeos Religiosos
18,244 Visualizado

Sobre o vídeo Oração do bebê

Maravilhosa essa surpresa em homenagem para as mulheres e aos 9 meses dos bebês que fazem a alegria da família. Essa oração do bebê foi dedicada para uma das crianças mais lindas que a cantora já viu na vida! É também uma bonita homenagem para a mamãe, que através de muito sacrifício e trabalho, dá condições e todo o apoio para que todos nós possamos realizar nossos sonhos. Nossa vida é simples, mas estamos completos e felizes. Essa música foi escrita com muito carinho e por mais que o tempo tenha passado, ela ainda emociona muito!

Espero que vocês gostem da oração do bebê:

Um mês e o tempo voa, eu já sou;
E você nem descobriu;
São dois e chega perto, mas eu ainda sou;
Pequeno demais, viu?
Três meses e o tormento;
Esse teu sofrimento eu também já posso sentir;
Vê se aquieta o coração;
Pra quando eu sair daqui.

Talvez eu dê trabalho, uma vida de despesas;
Mas por favor me deixa ficar;
E se por um acaso, eu não tiver seus olhos;
Você ainda vai me amar;
Eu sei que ansiedade, é quase uma inimiga;
Mas eu não quero ser confusão;
Então por favor, me deixa na sua vida;
Mas vê se aquieta o seu coração.

Se é tempestade, todo medo;
Se for arrependimento, por favor tira daí;
Você ainda não me tem inteiro;
Nem me conhece direito, mas já posso te ouvir;
E quando a barriga for crescendo;
Você ainda vai ser linda e eu nem preciso te ver;
Seca o choro e fica aqui comigo;
Que até assim tristinha, eu já sei que eu amo você.

Quatro meses, tempo eu te imploro paciência;
Eu vim do céu por causa do amor;
No quinto faltam quatro e eu aposto que os presentes;
Já tão vindo em rosa ou azul;
E quando chega o sexto todo mundo já vê;
Que você não anda sozinha;
No sétimo eu já tenho lencinhos com meu nome;
Desculpa pai, mas ela é só minha.

Se é tempestade, todo medo
Se for arrependimento, por favor tira daí;
Você ainda não me tem inteiro;
Nem me conhece direito, mas já posso te ouvir;
E quando a barriga for crescendo;
Você ainda vai ser linda e eu nem preciso te ver;
Seca o choro e fica aqui comigo;
Que até assim tristinha, eu já sei que eu amo você.

Oitavo mês aguenta, que eu já tô chegando;
Só quero um jeito de te encontrar;
No nono vem a pressa, a dor, o choro a gente;
Desculpa você ter que sangrar;
E por mais uns anos você vai fazer planos;
Pensando se eles servem pra mim.

E eu vou te acordar, bem de madrugada;
Você vai me amar mesmo assim;
O meu primeiro passo, vai ser no seu abraço;
Me segura quando eu cair;
E no final do dia é só a tua voz;
Que vai poder me fazer dormir.

Se é tempestade, todo medo;
Se for arrependimento, por favor tira daí;
Você ainda não me tem inteiro;
Nem me conhece direito, mas já posso te ouvir;
E quando a barriga for crescendo;
Você ainda vai ser linda e eu nem preciso te ver.

Hum... seca o choro e fica aqui comigo;
Que até assim tristinha, eu já sei que eu amo você!

RSS