Vídeos Mais

Mulher racista passa vergonha no metrô

Obrigado! Mostre este vídeo para quem deseja!

URL

Você não curtiu. Obrigado pela sua opinião!

Sorry, only registred users can create playlists.
URL


Adicionado há na categoria Vídeos Legais
63,917 Visualizado

Sobre o vídeo Mulher racista passa vergonha no metrô

Mulher acusa homem negro de ter roubado seu celular em metrô até achá-lo na sua própria bolsa e ficar sem graça na frente de todos no vagão, que vergonha e falta de respeito!

Após acusar, sem provas, o homem de ter roubado seu celular, a mulher encontra o celular na sua própria bolsa. E após isso pede "desculpas" e leva lição de moral e é vaiada pelo povo.

Um vídeo divulgado em uma rede mostra a realidade de muitas pessoas negras no Brasil. Embora muita gente se gabe de viver num país "sem preconceitos", qualquer um vê que isso está longe de ser verdade. O caso desta mulher que acusou um homem negro de roubar seu celular no trem é prova disso.

O vídeo foi compartilhado pela página Carioquice Negra e mostra uma mulher discutindo com um homem negro, que provavelmente não é brasileiro. Apesar de o áudio estar um pouco falho, é possível perceber que ela o acusa de ter roubado seu celular, enquanto ele diz que comprou o dele em uma loja. A cena foi registrada por outro passageiro do trem.

Durante a conversa, a mulher sugere que o homem comprove que não pegou nada e chega a dizer que vai chamar a polícia. É aí que ela começa a mexer na própria bolsa novamente e adivinha o que ela encontra lá dentro? É isso mesmo, seu celular, que nunca havia saído dali!

Quando isso acontece os passageiros, que até então estavam calados diante da cena, passam a se manifestar e sugerem que o homem acusado injustamente deveria processá-la por racismo. "A senhora é racista. Por que, entre todas as pessoas, você acusou logo ele, que é negro?", diz um dos passageiros, ao que ela responde: "Eu não sou racista. Meu marido é negro".

A cena é vergonhosa, mas acaba escancarando uma questão que já é comum na vida de muitos negros no Brasil e mostra o quanto ainda podemos melhorar enquanto sociedade em relação ao racismo.

RSS